sexta-feira, 11 de março de 2011

Lutando pela sobrevivência


Só para animar um pouco....




Nome: Diplodoco 

Nome Científico: Diplodocus longus, D. carnegii, D. hayi e D. lacustris. 

Época: Jurássico 

Local onde viveu: América do Norte 

Peso: Cerca de 38 toneladas 

Tamanho: 45 metros de comprimento e 5 metros na altura dos quadris. 

Alimentação: Herbívora 



   O diplodoco (Diplodocus longus, do latim "dupla alavanca") foi uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu durante o período Jurássico há aproximadamente 150 milhões de anos. Media em torno de 27 metros de comprimento e pesava cerca de 20 toneladas. Era um dos dinossauros mais conhecidos.

  O diplodoco viveu na América do Norte e foi descoberto por Othniel Charles Marsh, que publicou sua descoberta em 1878.

  Existem muitas cópias de seus esqueletos espalhados em vários museus do mundo. Os diplodocos tinham pés largos e redondos e andavam de forma semelhante aos elefantes. Acredita-se que eles se alimentavam de plantas aquáticas, ramos de copas de árvores e vegetação tenra rasteira.

 O longo pescoção dos diplodocos possuía 15 vértebras enormes, que sustentavam sua pequena cabeça, o dorso possuia 10 vértebras maiores ainda, e a cauda 70 vértebras que iam afunilando até a sua extremidade, a qual servia de chicote para defesa.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Dinossauros, o que são?

A palavra DINOSSAURO (do grego deinos = terrível / saurus = réptil ) é um termo usado para designar duas grandes ordens de répteis arcossauros da Era Mesozóica. Os Saurischia e os Ornithischia. Os Saurischia ("bacia de lagarto") compreendem todos os terópodes (carnívoros bípedes) e os sauropodomorfos (quadrúpedes de pescoço e cauda longas). Como principal característica tinham os ossos da bacia separados, semelhantes aos lagartos. Já os Ornithischia ("bacia de ave") tinham os ossos da bacia um ao lado do outro. Compreendem todos os outros tipos de dinossauros.


Os dinossauros eram criaturas únicas. Tanto que alguns cientistas especializados em cladística os consideram como uma classe à parte, intermediária entre os répteis e aves. Como os répteis possuíam pele escamosa, punham ovos com casca, tinham caudas longas e fortes e dentes homogêneos. Diferentes dos outros sáurios, porém, cujas patas estão posicionadas nas laterais do corpo, suas patas eram posicionadas logo abaixo do tronco, tal como as aves e os mamíferos. Também como as aves e mamíferos seu metabolismo de alguma maneira podia manter-se mais ou menos constante, sem depender da temperatura do meio externo. Acredita-se que os dinossauros evoluíram a partir de répteis arcossauros conhecidos como tecodontes

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O que significa dinossauro?

O que significa a palavra "Dinossauro"?
       A palavra "Dinossauro" significa "lagarto terrível". Eles foram as maiores criaturasterrestres a habitar o planeta. Alguns eram inofensivos e se alimentavam de plantas. Outros eram caçadores cruéis, que abocanhavam suas vítimas com dentes afíadíssimos, para comer sua carne.
          Até o momento já são conhecidas cerca de mil espécies de dinossauros. Os Dinossauros foram os animais mais bem sucedidos na história do planeta. Eles viveram 140 milhões de anos na Terra, o homem existe há apenas 2 milhões e meio de anos!
A teoria mais aceita sobre a extinção dos Dinossauros é a queda de um meteoro na península de Yucatan, no México.
A Era que eles viveram:



A era Mesozóica
Os dinossauros habitaram a Terra há milhões e milhões de anos, durante 160 milhões de anos! Viveram numa era conhecida como Mesozóica, que se divide em 3 grandes períodos: Triássico, Jurássico e Cretáceo.
O Período Triássico (250 milhões de anos até 200 milhões de anos)
Foi no final deste período que surgiram os primeiros dinossauros. Naquele tempo todos os continentes eram unidos em uma enorme massa de terra chamada Pangéia. O centro deste continente era muito distante do mar, por isso havia muitas áreas desérticas, quentes e secas. Mas para a nossa surpresa, perto dos rios e nas costas dos mares existiam florestas exuberantes, onde habitavam, além dos dinossauros, outras espécies de répteis, insetos, peixes e uma grande variedade de vida marinha.
O Período Jurássico (200 milhões de anos até 145 milhões de anos)
Durante este período, o grande continente Pangéia começou a se separar. Com isso, iniciou-se a formação de grandes mares que reconhecemos como os oceanos e mares atuais.O resultado desta movimentação foi um climamais úmido e menos árido em alguns pontos. Samambaias e árvores coníferas ocuparam partedo espaço dos desertos, e o centro dos continentes ficou mais habitável.Os dinossauros se multiplicaram e muitos tipos diferentes surgiram, tais como os enormes saurópodes herbívoros, os encouraçados anquilossauros e os temidos terópodes carnívoros.
O Período Cretáceo (145 milhões de anos até 65 milhões de anos)
Neste período os continentes já estavam separados de forma muito semelhante ao que conhecemos hoje. As florestas evoluíram e as primeiras plantas com flores apareceram.Este foi o auge da era dos dinossauros, onde reinava o feroz e temido Tyrannosaurus Rex. Bandos de Triceratops com seus magníficos chifres e Parasaurolophus com suas cristas enormes e barulhentas também vagavam pelo planeta!


segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

O que teria ocorrido com os dinossauros?


Será que foi um asteróide que caiu na terra e matou todos eles há uns 200 "zizilhões" de anos? Alguns acham que não!

    Há 65 milhões de anos, um cometa ou meteoro gigante teria caído sobre a Terra e produzido uma das maiores catástrofes do planeta, segundo nos diz uma hipótese levantada por cientistas. Nosso mundo foi, então, coberto por espessas nuvens de dióxido de carbono e outros gases, numa espécie de inverno nuclear. A mudança climática radical daí decorrente exterminou não apenas os dinossauros, mas dezenas ou centenas de outras espécies, em todo o planeta.